Em carta aberta, Carlos Antonio da Silva pede sua desfiliação do PCdoB.

O Presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) Carlos Antonio da Silva, não está nada satisfeito com a postura do partido a nivel estadual, com isso, o mesmo enviou uma carta aberta ao blog do Everaldo, nela, Carlos comunica sua desfiliação e de todos os atuais membros do partido. O Partido Comunista foi criado em Lagoa Grande no dia 14 de agosto de 2003. Segundo informações, Clécio Simoes deverá assumir a sigla no município.  Confira a Carta na íntegra logo abaixo.

CARTA ABERTA

Exmo. Sr.
Marcelino Granja
Presidente do PCdoB de Pernambuco

Prezado Senhor,

Não só do meu conhecimento, como trabalhei aqui inicialmente o nome da companheira Marília Arraes, subsequente com a saída dela o nome do atual governador, junto com a camarada Luciana Santos.

Dentro do que determina a fidelidade partidária também votamos no então Deputado Federal Renildo Calheiros, informação essa que vossa senhoria desconhece pelo simples fato de nunca esteve na nossa querida Lagoa Grande e conhecer quem de fato são os filiados que compõe o PCdoB local.

Quando você afirma que “infelizmente, você não participou desse esforço e dessa vitória”, mais uma vez vossa senhoria se mostrar não conhecer do processo político de Lagoa Grande, porque se dependesse do prefeito o Dr. João, não teria tido nenhum voto. A votação que ele obteve aqui, deve somente a vereadora Edneuza Lafaiete e não a essa sua liderança aqui no município.

Para a informação de vossa senhoria, sempre votei no companheiro, Lula assim como votei e fiz campanha para Haddad e Manuela, assim como sempre votei em Eduardo Campos e Paulo Câmara, sempre fui de esquerda e milito há muito tempo em sindicados e partido político. Sempre fomos da luta, luta essa que deixou sequela quando vivi um drama pessoal, quando perdi familiares pra militar na política lagoagrandense, dignidade e respeito não se impõe se conquista com dialogo.

Um partido que prega “DEMOCRACIA”, impõe condições sem uma ampla discussão das alianças política não pode ser diferente dos ditadores que estão por ai, só lamentamos a postura impostoria de quem não conhece a política lagoagrandense. Não dá para construir um projeto político dizendo amém e preciso que tenha dialogo e debate do espaço que o partido pode ocupar nesse projeto.

Há inatividade da Comissão é a burocracia do partido que não lê os e-mail encaminhado a essa direção. Quanto a somar essa é uma condição quando se tem democracia e livre debate na conjuntura política local, realmente eu tenho dificuldades de aceitar imposição e do meu humilde ponto de vista, não posso e nem devo seguir um projeto nesses moldes.

Diante do exposto, peço a minha exclusão como filiado desse partido em caráter irrevogável. Assim como estarão desfiliados os demais filiados, passo as mãos de vossa excelência sua sigla partidária que sem homens e mulheres não ganha eleição.

Meu caráter, minha dignidade não tem preço, por tanto não está a venda, projeto político se faz com ideia e compromisso, não com imposições.

Sem mais delongas.

Att,

Carlos Antonio da Silva
Filiado do PCdoB

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta