Vereadores da oposição de Lagoa Grande copiam ações da oposição de Petrolina e pedem sessões por videoconferência

A bancada dos vereadores da oposição de Lagoa Grande está copiando a risca as ações da bancada dos vereadores da oposição em Petrolina. No dia 04 de maio, os vereadores da oposição de Petrolina enviaram um ofício ao presidente Ozorio pedindo a retomada das sessões por videoconferência. Dez dias depois, a bancada de vereadores da oposição fez o mesmo pedido ao presidente da câmara de Vereadores Josafá Pereira.

Já no dia 23 de abril, o vereador da oposição de Petrolina Paulo Valgueiro, atento aos impactos sociais e econômicos em consequência das medidas de contenção do contágio do Coronavírus, que atingem em cheio a população, encaminhou um ofício ao prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, solicitando a isenção da Contribuição de Iluminação Pública, pelo período de quatro meses, para os consumidores que tenham consumo mensal de até 220 kilowatts, No caso de Lagoa Grande, sem dar muito detalhe de qual será o público que poderá ser atendido, a bancada da oposição copiou a ideia do vereador petrolinense, Paulo Valgueiro, solicitou ao prefeito de Lagoa Grande Vilmar Cappellaro a suspensão da cobrança da taxa de iluminação pública durante o período que durar a pandemia do coronavírus. (Continua após a propaganda)

Sem nada definido, o blog do Everaldo conversou hoje à tarde com o presidente da casa, o vereador josafá Pereira, o mesmo confirmou que o documento foi protocolado na secretaria da câmara e que não ver nenhuma dificuldade em realizar as sessões por videoconferência. “Vou analisar a possibilidade e ver como irá fazer para que as sessões mesmo online, ocorram com qualidade e eficiência”, disse.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta