Gasolina a R$ 6,19 coloca Petrolina no topo do ranking de preço mais alto de Pernambuco

Sair de casa dirigindo um veículo abastecido com gasolina comum em Petrolina é um ato de coragem. Isso porque o valor praticado na venda desse combustível passou da casa dos R$ 6 por litro – tendo em boa parte dos postos o preço fixado em R$ 6,199 – o que compromete consideravelmente o orçamento familiar, principalmente daqueles que ganham menos de dois salários mínimos. Associado ao preço da cesta básica, torna-se inviável o deslocamento diário com a agilidade e conforto de um carro ou motocicleta.

Mas o que chama ainda mais atenção, é o fato de que, segundo Sistema de Levantamento de Preço na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Petrolina tem uma das gasolinas mais cara do Estado. No site do órgão, é possível verificar os valores de revenda da gasolina, diesel, etanol, gás (Glp e Gnv) todos os estados brasileiros e em alguns municípios do território nacional.

Em Pernambuco, a cotação é feita nas cidades de Arcoverde, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Recife, Santa Cruz do Capibaribe, Vitoria de Santo Antão. Entre elas, Caruaru tem a gasolina comum mais cara e mesmo assim, com preço inferior ao que é cobrado em Petrolina: R$ 5,80. A gasolina mais barata dessa lista é vendida em dois municípios: Garanhuns e Paulista. Em ambas, nos postos mais caros, o combustível e vendo a R$ 5,499. Se for levar em conta o valor mínimo, Garanhuns leva a melhor com R$ 5,199 cobrado por litro.

Em cumprimento às determinações da Lei do Petróleo (Lei nº 9478/1997, artigo 8º), a ANP acompanha os preços praticados por revendedores de combustíveis automotivos e de gás liquefeito de petróleo envasilhado em botijões de 13 quilos (GLP P13), por meio de uma pesquisa semanal de preços realizada por empresa contratada.

O Levantamento de Preços de Combustíveis (LPC), programa que substituiu, em setembro de 2020, o Levantamento de Preços e de Margens de Comercialização de Combustíveis (LPMCC), abrange gasolina C, etanol hidratado, óleo diesel B, GNV e GLP P13 pesquisados em 459 localidades, segundo procedimentos estabelecidos pela Portaria ANP nº 202/2000.

Nossa Voz.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário