Vandalismo na Escola Eduardo Campos no povoado de Vermelhos deixou William Cezar e Daniel Torres indignados.

 O vandalismo em Vermelhos não teve limites. A Escola Municipal Eduardo Campos no povoado de Vermelhos, zona rural da cidade, foi alvo dos marginais na noite da ultima quarta-feira (03).Os vândalos quebraram as lâmpadas e abajus da praça na escola, quebraram as vidraças, espalharam lixos no pátio quebraram ovos nas paredes e piso e escreveram palavras de baixo calão nas paredes da escola.

As imagens chamaram atenção e deixou a população lagoagrandense revoltada e não é para menos, um local que foi construído com intuito de promover a cidadania entre as pessoas da noite para o dia ser completamente danificado.

O atual secretário de educação de Lagoa Grande, Professor William Cezar e ex-secretário de educação, professor Daniel Torres falaram que ficaram indignados com a situação deixada pelos vândalos.

Veja o que disse o atual secretário de educação de Lagoa Grande, Professor William Cezar.

Foi com muita indignação que recebemos a notícia dos atos de vandalismos praticados na Escola Eduardo Campos na última quarta feira 03 de maio e vimos através deste veiculo de comunicação externar publicamente o nosso repudio ao referido ato, em tempo que informamos para toda a população, de forma especial a comunidade de Vermelhos, que estão sendo tomadas todas as medidas cabíveis para a apuração dos fatos e punição dos envolvidos. Inclusive, já está sendo instaurado um processo administrativo, a fim de apurar a ausência do servidor (vigilante) que estava escalado para o plantão naquela data e não compareceu ao local de trabalho.

Por fim, informamos ainda que o projeto de instalação da energia elétrica da escola encontra-se em andamento para ser regularizado, tendo em vista que a energia desta instituição sempre funcionou de forma clandestina dificultando a iluminação do entorno do prédio que fica muito escuro.

Veja o que disse o ex-secretário de educação de Lagoa Grande, Professor Daniel Torres.

Não há como não nos indignarmos ao vermos estas tristes imagens. Não há uma única justificativa para que isso aconteça, a Escola Eduardo Campos é um patrimônio valioso do nosso Município, é um diferencial, foi a primeira e ainda talvez seja a única do Nordeste deste porte. Teve suas obras iniciadas e finalizadas durante nossa Gestão, más entre o sonho inicial e a inauguração foram praticamente três gestões, três gestores que lutaram por isso, e só por isso já exigia um cuidado maio, o zelo diferente por todos.

É inaceitável que os gestores trabalhem tanto, invista dinheiro e energia para construir e cuidar do patrimônio publico e um pequeno grupo de pessoas, gente que não tem respeito pela cidade, pela sua gente faça esse tipo de ação estúpida.

Não há como continuar aceitando esse tipo de crime (Art. 163- Código Penal Brasileiro) e achando que é assim mesmo, que é culpa de A ou de B, que falta isso, faltou aquilo, que é só arrumar e está tudo certo, não, não é assim mesmo. Até porque não foi a primeira vez, já aconteceu com outros equipamentos recém inaugurados. As autoridades policiais precisam dar uma resposta imediata e segura em relação a isso. Mas acima de tudo que possamos nós, fazermos a nossa parte, acredito que o dever do zelo é de todos.

As fotos abaixo são do blogueiro Paulo Angelim.

 


 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta