Fica ou vai? PSB ou DEM? PSB de Lagoa Grande “entre a cruz e a espada”.

O “PSB” do governador Paulo Câmara tem pela frente um grande dilema, convencer os futuros dissidentes, o senador Fernando Bezerra Coelho e os seus filhos, Fernando Filho e Miguel Coelho a permanecerem na sigla. Caso Câmara não tenha êxito, uma enxurrada de rebeldes devem acompanhar os Coelhos.

Em Lagoa Grande fica o questionamento! Robson Amorim, líder do PSB do município, vai seguir o governador Paulo Câmara ou ficar aos braços do senador Fernando Bezerra Coelho. Comentários de bastidores apontam que Robson Amorim é fidedigno a família Coelho.

Caso se confirme a saída dos Coelhos para o DEM, Robson e Dhoni Amorim, ambos do PSB, ambos ex-prefeitos pela sigla, devem acompanhar o Bezerra Coelho, ou seja, existe uma grande possibilidade dos mesmo abandonarem o PSB e serem considerados  dissidentes.

Se os dissidentes do PSB reforçarem os quadros do DEM, como se especula, em Pernambuco o partido fica com duas opções para disputar o Governo do Estado em 2018: o ministro da Educação, Mendonça Filho, e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho. Em relação a este, o que se diz é que está sendo preparado pelo pai, o senador Fernando Bezerra, caso não consiga se livrar em tempo hábil das denúncias referentes à operação Lava-Jato. Embora ministro de uma área técnica, Fernando Filho passou no teste e é considerado uma das gratas revelações da equipe de Temer.

“Entre a cruz e a espada” Tal expressão refere-se quando um indivíduo se encontra em meio a um grande dilema, e necessita fazer uma escolha, a qual poderá acarretar em grandes e/ou dramáticas mudanças.

 

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta