Urgente: Queda do avião da Chapecoense mata 71 pessoas e deixe 6 feridos.

2 min read
Autoridades colombianas confirmaram a pouco 71 mortos no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense...

Autoridades colombianas confirmaram a pouco 71 mortos no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense na madrugada desta terça-feira, na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia. A informação é do General José Acevedo Ossa, da polícia local, responsável pelo resgate.

Segundo Ossa, somente seis pessoas sobreviveram à tragédia. Três deles são jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, além dos goleiros Danilo e Follmann. As informações são de hospitais da região e de familiares dos jogadores.

Inicialmente o general José Acevedo Ossa, membro da polícia local e responsável pelo resgate, e o prefeito de Medellín, Federico Guitiérrez Zuluaga, divulgaram um total de 76 mortos. Posteriormente, porém, o corpo de bombeiros divulgou que mais uma pessoa foi retirada com vida dos destroços e encaminhada ao hospital: o zagueiro Neto.

“Milagres existem. Temos que tirar todos da aeronave. Encontramos mais uma pessoa viva na aeronave”, disse um dos bombeiros envolvidos, sobre o resgate de Neto.

Além do zagueiro, outras seis pessoas sobreviveram à tragédia. Três deles são jogadores da Chapecoense: o lateral esquerdo Alan Ruschel, além dos goleiros Danilo e Follmann. O jornalista Rafael Henzel e a comissária de bordo Ximena Suarez também foram resgatadas com vida. As informações são de hospitais da região e de familiares dos jogadores.

 

Ocupantes do voo
A delegação da Chapecoense estava toda no voo, composta por 48 membros do time, 21 jornalistas e três convidados. Entre os ocupantes estavam os jogadores pernambucanos Kempes e Cleber Santana. Ananias, que jogou no Sport, também estava abordo do avião. Além de jogadores e equipe técnica, jornalistas integravam a comissão, como o locutor da Fox Sports Deva Pascovicci e o ex-jogador e comentarista da Fox Sports Mario Sérgio. Confira aqui a lista extraoficial, divulgada dias antes do embarque.O prefeito reeleito da cidade de Chapecó, em Santa Catarina, Luciano Buligon, estava na lista de convidados divulgada pelo time antes da viagem, mas já se manifestou dizendo que está em São Paulo e vai para Medelín acompanhar os resgates.

Deixe uma resposta