Situação e oposição e o rombo de 12 milhões de Lagoa Grande.

O prefeito  Cappellaro disse em entrevista ao blog de Carlos Britto que um rombo de mais de R$ 12 milhões foi encontrado pelo prefeito de Lagoa Grande (PE), nos cofres do município no Sertão do São Francisco. O gestor disse a ao Blog, com exclusividade, que agora é que está conseguindo começar a pôr a casa em ordem.

“Levaram tudo pra nos complicar. Não achamos nada de papeis, convênios. Documentos foram pouquíssimos”, revelou. Ainda assim, Cappellaro acha que agora vai poder andar com mais desenvoltura na administração do municipal.

“Conseguimos destravar várias emendas e estamos começando a organizar. Vamos começar a calçar muitas ruas. Um volume de trabalho que a cidade nunca viu. Vamos também construir o prédio da prefeitura. A prefeitura nunca teve sede, vivia de aluguel, mas agora vai ter.”

Por outro lado, os vereadores da oposição rebatem o prefeito, “De fato a dívida é do município e existe, mas é fruto de todas as gestões que já estiveram a frente do município.” escreveu o professor Vavá na sua pagina do facebook.

O parlamentar disse que acredito que este não seja motivo para o município está nesse marasmo e o descaso com a coisa pública que vem vivenciado na cidade. “Como já relatei aqui, as ruas escuras, os esgotos a céu aberto, a falta de incentivos para a juventude dentre outras situações. Já se passaram 7 meses de gestão. Até quando vão ficar falando de passado? Quem vive de passado é museu.” pontuou o parlamentar.

O vereador disse que é preciso criar coragem e arregaçar as mangas para ir em busca de parcerias que possam ajudar realizar as ações mesmo que se não resolver, pelo menos ameniza os problemas do povo, que não pode continuar ficar sendo penalizado.

 

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta