PMDB de Pernambuco próximo de um desfecho

2 min read
Até a próxima terça-feira, quando ocorrerá a convenção nacional do PMDB, deveremos ter um desfecho...

Até a próxima terça-feira, quando ocorrerá a convenção nacional do PMDB, deveremos ter um desfecho que impactará diretamente no cenário eleitoral de 2018 no estado. Todas as evidências apontam que o desfecho será favorável ao senador Fernando Bezerra Coelho, que pretende disputar o governo de Pernambuco no ano que vem.

O que Michel Temer teria a ganhar em manter o partido sob o comando do grupo de Jarbas Vasconcelos? Em Pernambuco ficaria linha auxiliar do PSB que vota contra tudo do governo. O próprio Jarbas votou pelas duas denúncias contra o presidente. Jarbas teve uma conversa com Temer e prometeu o voto para a reforma da Previdência, como se a essa altura do campeonato isso fosse totalmente suficiente para convencer o presidente a não trocar o comando do partido no estado.

Fernando Bezerra Coelho é vice-líder do governo no Senado, tem um filho ministro de Minas e Energia que é considerado um dos melhores auxiliares do presidente e não hesita em defender o governo do presidente quando é instado a isso. Na próxima terça-feira o caminho da degola de Jarbas e Raul Henry está sacramentado. Se Jarbas e Raul acreditaram ou quiseram acreditar que Temer não estava a par da situação, estão querendo se enganar.

Com a confirmação da troca de comando, Fernando se cacifa para disputar o governo como aquele que foi o único político capaz de tomar o PMDB de Jarbas Vasconcelos, coisa que Armando Monteiro, José Múcio Monteiro e Eduardo Campos tentaram sem sucesso. E isso é levado em conta no meio político na hora de se decidir, uma vez que a política geralmente é feita pela demonstração de força, e Fernando deu grande demonstração com este movimento do PMDB. (Blog do Edmar Lyra)

Deixe uma resposta