Bolsonaro se acovardou no confronto com Lula e escolhe Padre Kelmon, sua linha auxiliar

Fica cada vez mais complicado extrair propostas de governo em um debate político. O nível de debate da TV Globo, ontem, dia 29, foi razoável. Geralmente o foco dos candidatos é voltado para quem disputa a reeleição. Nesse caso, a gente está tendo uma diferença. O foco não estava no Bolsonaro, o foco estava em Luiz Inácio Lula da Silva.

Bolsonaro se acovardou, no momento em que o presidente teve a oportunidade de fazer uma pergunta para Lula, mas não o escolheu. Na ocasião o mandatário escolheu o Padre Kelmon, uma espécie de linha auxiliar do presidente, uma pessoa que não tem nada a acrescentar, mas conseguiu produzir confusão. Leia mais abaixo

Na avaliação de integrantes da própria campanha, Lula acabou deslizando, porque deu margem para um bate-boca com candidato que faz dobradinha com Bolsonaro. Um debate que não teve nenhum embate direto entre os dois candidatos que lideram as pesquisas é preocupante. Na verdade, os únicos embates entre Lula e Bolsonaro foi justamente nos direitos de resposta, e muitos por sinal.

Os pontos que Lula podia tirar do Ciro e da Simone vão ser difícil de tirar. Na verdade, não deu para pegar aquele ‘tiquinho’ que faltava para garantir a vitória já no domingo (02), dia marcado para eleição do primeiro turno.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário