Prefeitura pretende chegar a 365.000 doses (vermífugo) e 18.000 doses (cocidiostático) em doação na quarta campanha em favor da caprinovinocultura


O município de Lagoa Grande, na região do distrito de Jutaí, é um dos mais importantes centros de criação e venda de caprinos e ovinos do Vale do São Francisco com plantel de quase 130 mil animais (70% caprinos e 30% ovinos). No ano passado o rebanho sofreu um surto preocupante da doença eimeriose, levando a morte animais jovens que apresentam sistema de defesa ainda em construção. A secretaria da Agricultura e Desenvolvimento do Interior, que desenvolve uma parceria há quatro anos com IPA, Embrapa e Univasf na melhoria genética, na prevenção de doenças e na profilaxia (medidas de higiene e cuidados na alimentação), pretende atingir 365.000 doses de vermífugo e 18.000 doses de cocidiostático sulfaquinoxalina que serão doados na quarta campanha no início de agosto, quando a eimeriose pode ser potencializada devido ás madrugadas mais frias.

Vacinação 1

Após o surto da Eimeriose no ano passado, foi iniciado o trabalho de pesquisa com exames em campo e diagnóstico laboratorial, pela Equipe de Extensionistas do IPA, coordenadas pelo médico veterinário Extensionista Rural, José Américo Barros Leite, para encontrar a ‘causa mortis’ e o cocidiostático mais indicado para aplicação no rebanho. Os resultados serão apresentados no lançamento da campanha. Fizemos uma pesquisa muito importante na Comunidade de Baixa Funda em parceria com a Embrapa e, chegamos à conclusão do antibiótico sulfaquinoxalina. Os exames de OPG e Famacha visavam aferir a eficiência de quatro grupos químicos de vermífugos em animais em diferentes fases: cria e recria, por matrizes no pré e pós parto, por animais de 1 ano 7 anos e em animais idosos. A Eimeriose apresenta quadro clínico diverso como: anorexia, anemia e diarreia sanguinolenta, evoluindo para infecção e mortes”, acrescentou o veterinário do IPA.

 Vacinação 5

Em 2017 foram doadas: 70.000 doses, em 2018 – 80.000 doses; 2919 – 90.000 doses e este ano serão 125.000 doses. No total serão 365.000 de vermífugos neste quarto ano da campanha. Para o secretário da Agricultura, o trabalho que a Prefeitura de Lagoa Grande, vem realizando desde 2017 na prevenção de doenças, com doação de vermífugos (combate: verminoses) e agora com cocidiostático (Combate: parasitoses), é referência em todo o Brasil.

Vacinação 4

“Desconhecemos um trabalho como este, realizado com apoio do nosso gestor municipal, em qualquer prefeitura do país. A novidade deste ano é que vamos doar também 18.000 doses do cocidiostático sulfaquinoxalina para prevenção da eimeriose que ano passado prejudicou muito o nosso rebanho. A caprinovinocultura é um importante segmento da nossa economia que precisa desta atenção especial”, reiterou Reginaldo Alencar.

 Feira Capr Jutaí 4

A pesquisa contou com a participação dos técnicos: Fernanda Correia Leal, responsável pela comunidade pesquisada de Nome Baixa Funda e Jeová Rodrigues Silva, coordenador do Escritório do IPA em Lagoa Grande.

ASCOM – PMLG

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta