Portal da Transparência sai do ar com Polêmica do Leite Condensado

Portal da Transparência, site em que todos os gastos do Governo Federal devem ser mostrados de maneira detalhada à população, está fora do ar desde o fim do dia de ontem (26), após denúncia sobre os gastos do executivo federal com alimentos. De acordo com o Metrópoles, a administração de Jair Bolsonaro gastou só em 2020 R$ 1,8 bilhão em alimentos, sendo R$ 15 milhões em “leite condensado”.

De acordo com dados do próprio Portal da Transparência, cada lata de leite condensado custou aos cofres públicos R$ 162. No mercado brasileiro, cada unidade do alimento pode custar de R$ 3 a R$ 5, indicando imenso superfaturamento em um ano de contas apertadas em Brasília.

Ao tentar acessar o Portal da Transparência, o cidadão cai imediatamente em uma página de erro “503 – service unavailable”. Em nossos testes, notamos que o site parece estar voltando à normalidade gradativamente.

Nenhum órgão do Governo Federal comentou o problema, e não temos esclarecimento sobre a possibilidade de o Portal da Transparência ter caído ou ter sido tirado do ar.

Tecmundo.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta