Lavagem de Dinheiro: Polícia Civil investiga fraudes em licitações em operação deflagrada em Petrolina e no Grande Recife

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta terça-feira (16), uma operação para investigar crimes de fraudes em licitações, uso de documentos falsos, lavagem de dinheiro e promoção e integração de organização criminosa. A operação Ripstop ocorre nos municípios de Petrolina, RecifeOlindaPaulista e Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.

Ao todo, 110 policiais civis cumprem 17 mandados de busca e apreensão domiciliar, cinco mandados de suspensão provisória, que proíbem empresas de participar de licitação e 13 mandados para pessoas físicas e jurídicas para impedir o exercício de atividade econômica que implique contratação do poder pública. A operação é presidida pelo delegado Diego Pinheiro, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco).

Segundo a Polícia Civil, também foram emitidos três mandados de suspensão do exercício de função pública. Foi determinado, ainda, o sequestro de bens e valores de empresas e pessoas investigadas. Os mandados foram expedidos pela Justiça de Petrolina.

As investigações tiveram início em março de 2019 e contaram com o apoio do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE). O trabalho foi assessorado pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, com auxílio do Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro.

Assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que divulgaria outros detalhes da operação em “momento oportuno”. (Do G1 – Petrolina)

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta