Inscrições abertas para PE no Campus 2020. São 1000 bolsas.

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Educação e Esportes, anunciou nesta terça-feira (10) o início das inscrições para o PE no Campus 2020 – Programa de Acesso ao Ensino Superior. Os estudantes interessados têm até o dia 6 de janeiro para efetuar o cadastro, realizado exclusivamente através do site www.educacao.pe.gov.br. Todas as informações sobre prazos, requisitos e documentos necessários podem ser encontrados no edital disponível aqui.

O anúncio foi feito durante um evento realizado no Centro de Convenções de Pernambuco e contou com a participação de estudantes, gestores e professores da Rede Estadual. Além das especificações técnicas, requisitos e o funcionamento do programa, Fred Amancio, secretário de Educação e Esportes do Estado, falou da importância deste programa para a sociedade pernambucana. “O PE no Campus é um sonho que foi construído ao longo dos últimos anos. A gente vinha percebendo que a cada ano avançávamos nos nossos resultados e mais estudantes estavam concluindo o ensino médio, mas precisávamos dar um passo a mais. Em 2017 a gente deu esse passo, quando lançamos o programa e com isso os estudantes passaram a se sentir mais seguros para escolher universidades mais distantes”, comentou Fred.

O PE no Campus visa melhorar as condições de acesso de estudantes da Rede Estadual às universidades públicas, atuando em dois eixos: mobilização e preparação dos jovens para que participem do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) da Universidade de Pernambuco (UPE); e apoio financeiro, mediante bolsas, aos estudantes de baixa renda que forem aprovados em instituições públicas de ensino superior da rede estadual ou federal localizadas em todo o Brasil.

Como nas últimas edições, serão disponibilizadas mil bolsas, sendo 900 para estudantes que optarem por concorrer através da nota do Enem e 100 bolsas para estudantes que optarem por concorrer através das notas obtidas nas três etapas de avaliação do SSA. Os bolsistas selecionados receberão apoio financeiro durante dois anos, sendo R$ 950 mensais no primeiro ano e R$ 400 mensais no segundo ano. A quantia contribui com as despesas do curso, além de moradia, alimentação e transporte.

Após as provas do ENEM, o estudante da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Guedes Alcoforado, David Albuquerque, está animado para se inscrever no PE no Campus. Ele vê no programa uma oportunidade de mudar a vida da família. “A gente quer sempre melhorar, mas nem sempre temos espaço e  oportunidades de crescimento. Vejo o PE no Campus como uma forma de ter acesso a esse espaço, que pode ser a universidade. Pensar dessa forma me faz acreditar que não somente minha situação de vida pode melhorar, como também a da minha família”, explicou o jovem que deseja cursar Engenharia Química ou Redes de Computadores.

Para concorrer ao PE no Campus o candidato terá que ter estudado todo o Ensino Médio na Rede Pública Estadual e ter concluído, no máximo, há cinco anos; ser atendido pelo Bolsa Família ou ter renda familiar inferior a três salários mínimos; ter residência fixa com distância igual ou superior a 50km da universidade e ter sido admitido em curso de graduação numa instituição pública de ensino superior. O resultado da primeira etapa será divulgado até o 3º dia útil após a divulgação do resultado ENEM.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário