Fenômeno nos Céus de Lagoa Grande repercute na internet

Acompanhe alguns comentários de internautas sobre o fenômeno flagrado na tarde desta sexta nos Céus de Lagoa Grande, leitores do Blog enviaram fotos do Sol com um circulo em volta e relataram o medo de algumas pessoas.

Uilquer Menezes: Esse fenômeno é conhecido como halo solar, é um fenômeno óptico que acontece na troposfera, que é a camada mais baixa da atmosfera terrestre, com espessura de 12 km podendo alcançar até 17 km de altura. Para que ele se forme é preciso algumas condições.

A primeira é que haja cristais de gelo na atmosfera terrestre, pois são eles que vão funcionar como espelhos das luzes, causando a dispersão dos raios solares. Portanto, quando a luz do Sol é refletida e refratada por esses gelos minúsculos acontece o fenômeno.

Essa refração é quando há uma mudança de direção e velocidade da luz ao passar de um lugar para outro. Nesse caso, são os cristais presentes na atmosfera que fazem esse desvio. Eles funcionam como pequenos prismas que recebem a luz branca e a dividem em cores primárias. Daí surge uma espécie de arco-íris, que é bastante apreciado.

Doriane de Mendonça: Mas tem um planetinha aí Vênus aparece do lado do sol.

Joelson Alves Fernandes: Esse fenômeno é extremamente normal e é chamado de Alo Solar. Pode acontecer também na lua, nesse caso Alo Lunar.

Yoyo: Se chama “Halo solar”, é semelhante ao arco-íris por causa das cores. Basicamente se forma ao redor do sol graças a decomposição da luz ao passar por partículas de gelo na atmosfera.

Carla Hilgemberg: Percebi um olho vigiando!

Sônia: HALO SOLAR FÍSICA

O Halo solar é um imenso círculo de cores, semelhante ao arco-íris, que se forma ao redor do Sol em virtude da decomposição da luz ao passar por partículas de gelo na atmosfera.

Por Mariane Mendes Teixeira

Halo solar, um maravilhoso fenômeno óptico Halo solar, um maravilhoso fenômeno óptico.

O Halo Solar é um fenômeno óptico caracterizado pelo surgimento de um círculo ao redor do sol. Ocorre na troposfera, a cerca de 17 quilômetros de altitude, quando a luz do sol é refletida e refratada por cristais de gelo presentes na atmosfera terrestre, causando assim a dispersão da luz. O formato circular está ligado à estrutura hexagonal desses cristais.

O fenômeno da refração consiste na mudança de direção e velocidade da luz ao passar de um meio para o outro. Os cristais de gelo presentes na atmosfera funcionam como pequenos prismas que decompõem a luz branca do sol nas cores primárias, formando assim o halo solar de forma semelhante ao que ocorre com o arco-íris.

Assim como acontece no sol, ao redor da lua também pode surgir o halo. A formação de um halo lunar ocorre da mesma forma que o solar, porém, a visualização das cores escuras é mais difícil, sendo possível observar melhor apenas as cores mais claras.

Mirelle: Confesso que tive medo embora não ter visto… Mais sei que é mais um sinal da Volta De Jesus…

Waldyr Costa: Reflexo do sol lente da câmera. Povo parece q não tem o que fazer.

Irene: Normal

Adilson Pereira da Costa: Isso ai é montagem, o mundo tá cheio de enganador, e um mais esperto do que outro kkk

Anthony Sales Peixoto: Se trata do planeta Vênus.

JD: Perfeitamente normal. O nome desse fenômeno é parélio. Se dá pela refração da luz nos cristais de gelo suspensos na atmosfera, dependendo da concentração deles, aparece até 2 parélios.

Professores: Aff. Nada a ver.

Blog do Didi Galvão.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta