Falta de transporte universitário preocupa estudantes de Lagoa Grande.

Com a antecipação das aula universitárias devido as greves ocorridas nos últimos anos, os estudantes de Lagoa Grande estão preocupados devido a falta do transporte. No ultimo dia 23 de Janeiro a prefeitura de Lagoa Grande disponibilizou um dos veículos da frota do município, mas devido a falta de manutenção, o carro quebrou e foi cortado.

Com isso, uma comissão de estudantes foi montada para tentar sensibilizar o Secretaria de Educação e o prefeito de Lagoa Grande Vilmar Cappellearo, mas a resposta não foi animadora. Pais  e alunos se revoltaram nas redes sociais com a situação, o blog recebeu uma denuncia do senhor Marcos Nunes, pai da ex-coordenadora do Núcleo de Comunicação da prefeitura de Lagoa Grande.

Veja na integra.

“Lamentável a atitude da atual gestão do município de Lagoa Grande em relação aos estudantes universitários que dependem de transporte para ir cursar suas faculdades em Petrolina. Falo isso como pai de aluna estudante na UPE, que como os demais teremos que arcar a partir de hoje com as despesas com transporte para nossos filhos não serem prejudicados. Ontem ouve reunião entre o prefeito Vilmar e um grupo de alunos, o mesmo deixou claro que não tem data para a prefeitura disponibilizar os referidos transportes alegando falta de licitação. Aí eu pergunto, se a gestão começou dia primeiro de janeiro e se tem um calendário a seguir, porque não foi feita essa licitação ainda a um mês de mandato.

Quero conclamar todos os pais de alunos e alunos a irmos buscar nossos direitos,  os direitos de nossos filhos e filhas,  quero chamar a atenção dos senhores e senhoras vereadores, independente de sigla partidária a entrar nessa discussão,  porque essa não é uma luta partidária,  nosso partido é a defesa dos estudos de nossos filhos e filhas. Por último,  quero pedir ao prefeito Vilmar, ao secretário de educação César que sejam sensíveis a essa causa e repensem essa situação.” Disse Marcos Nunes.
A repercussão do tema foi tão grande, pelos quatro cantos da cidade roda a noticia que o transporte não será disponibilizado, mas o prefeito Vilmar Cappellaro e o vice-prefeito Ítalo de Vilma negam as informações.

“Temos vários empecilhos para poder atender, iniciamos um trabalho de atendimento utilizando um dos ônibus do transporte escolar, conhecido como amarelinho, mas infelizmente todos eles estão com problemas, quebrados, a gente consegui colocar em funcionamento, falamos a situação se ele viesse quebrar não teríamos condições nesse momento para fazer a reposição. Infelizmente houve um problema, estamos buscando as alternativas para resolver.” Disse Vilmar.

O prefeito Vilmar Cappellaro disse que no momento não existe recurso para atender a demanda dos estudantes no momento. “Sabemos que não é de responsabilidade do município assumir esse compromisso, mas temos a sensibilidade que existe uma necessidade, é coerente e é justo, vamos procurar a melhor maneira juntos com vocês uma alternativa para que possamos achar a solução. Peço que entendam que dentro de um prazo que a gente encontre as alternativas venhamos atendê-los naquilo que iniciamos podemos atender.” Disse o prefeito.

“Estamos correndo para fazer a parte legal o mais rápido possível, não temos a licitação ainda, por isso não colocamos os ônibus, mas na hora que estiver tudo resolvido a gente vai sim colocar os veículos em circulação” disse Italo de Vilma.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta