Oposição reuniu quase duas mil pessoas, no movimento “Pernambuco Quer Mudar”

1 min read
As principais lideranças de oposição no Estado lançaram, na tarde de ontem, durante evento no...

As principais lideranças de oposição no Estado lançaram, na tarde de ontem, durante evento no Arcádia Paço Alfândega, que reuniu quase duas mil pessoas, o movimento “Pernambuco Quer Mudar”. À frente do ato estavam os senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), os ministros Fernando Filho (sem partido) e Mendonça Filho (DEM), o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e os ex-governadores Joaquim Francisco e João Lyra Neto (PSDB), entre outros líderes.

A proposta do grupo é percorrer todas as regiões do Estado, já a partir de janeiro, iniciando por Petrolina, no Sertão, com o objetivo de ouvir as pessoas e recolher propostas que possam compor uma futura plataforma de trabalho.

As sugestões recolhidas servirão de base para que o movimento possa, segundo os seus idealizadores, apresentar à sociedade alternativas à atual gestão, contemplando ações que reestruturem a economia, a segurança pública, a saúde, infraestrutura, entre outras áreas.

O evento reuniu mais de 45 prefeitos, vereadores, além de deputados federais e estaduais, representantes de partidos políticos, militantes, profissionais liberais e sindicalistas. Todos desgostosos com a gestão do governador Pulo Câmara.

Ao fim do encontro, os oposicionistas divulgaram um manifesto elaborado por sete partidos (Podemos, DEM, PSDB, PTB, PRB, PV e PRTB). O documento traz diversas críticas ao Governo Estadual (Blog do Magno)

Deixe uma resposta