Paz nas eleições: Duas cores, duas coligações, duas escolhas. O destino de Lagoa Grande em suas mãos.

A imagem acima descreve como de fato vivemos em um país democrático. Eu voto em A, você vota em B e ele vota em C, a escolhe é minha, é sua, é dele. O respeito pela escolha partidária do outro é algo grandioso e tem que existir, jamais poderá deixar um grande símbolo da democracia brasileira, a eleição, se tornar uma rivalidade partidária ao ponto de desfazer amizades, pelo simples motivo do meu voto não ser igual ao seu. Se fosse para todo mundo votar igual só existia um candidato, não é verdade?

Amanhã, dia dois de outubro, dia da eleição, o vermelho e o amarelo devem prevalecer nas ruas de Lagoa Grande, ambas as cores são fortes, mas devem representar a paz, assim como a cor branca. Os eleitores, os cabos eleitorais, os correligionários, enfim, aquelas pessoas mais exaltadas devem ter um pouco mais de calma, evitando brigas e desgastes políticos, defenda seu lado, mas respeito o lado do outro.

“Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.” Romano capitulo 13:1. Ou seja, no texto bíblico fica claro, o vencedor nas urnas amanhã, será uma constituição divina.

Mesmo citando apenas duas escolhas no titulo deste artigo, não foi desfavorecendo os outros dois candidatos, focamos nas duas, pelo simples fato de toda campanha política esta concentrada nelas. Eventos políticos, brigas, acusações em redes sociais e etc. 15, 40, 43 e 50, Vilmar Cappellaro, Dhoni Amorim, Sandro Patrício e Maranhão, dê seu voto de confiança ao candidato que você acha que vai lhe representar, mas seja educado o suficiente para aceitar a escolha contraria do outro.

Já dizia Haile Selassie “Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.” Tirando para os nossos dias, “Enquanto a cor do seu partido for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.”

“Sonhamos e nos comprometemos com um país próspero, democrático, sem corrupção, socialmente igualitário, economicamente justo, ecologicamente sustentável, sem violência discriminação e mentiras; e com oportunidades iguais para todos. Só com participação cidadã de todos os brasileiros e brasileiras é possível a realização desse sonho. Esta participação democrática começa no município onde cada pessoa mora e constrói sua rede de relações. Se quisermos transformar o Brasil, comecemos por transformar os municípios. As eleições são um dos caminhos para atingirmos essa meta”. (CNBB).

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta