Chapéu de Palha Mulher da Fruticultura’ vai capacitar 3 mil mulheres em Lagoa Grande e outras cidades do Sertão.

Em Pernambuco, o programa ‘Chapéu de Palha Mulher da Fruticultura’ vai iniciar a capacitação de 3 mil mulheres a partir deste sábado (8) em três municípios do Sertão. Serão 100 turmas, 70 em Petrolina, 29 em Lagoa Grande e uma em Santa Maria da Boa Vista. Cada turma atende 30 mulheres.

Cada trabalhadora que participar da formação recebe uma bolsa de R$ 246,45 durante quatro meses. O curso é formado por dois módulos. O primeiro deles é de ‘Formação Sociopolítica e Produção de Alimentos’. Enquanto que o segundo é de ‘Formação Sociopolítica e Artesanato’.

De acordo com a gerente de articulação e interiorização da secretaria da Mulher de Pernambuco, Márcia Aguiar, o programa pretende apoiar as mulheres que ficam desempregadas no período de entressafra da fruticultura e precisam sustentar suas famílias. “Queremos estimular o acesso ao conhecimento e fazer com que essas mulheres participem dos cursos, mesmo, muitas delas, já tendo recebido as quatro parcelas da bolsa ou até voltado a trabalhar”, destaca.

As aulas iniciam dia 8 de julho e seguem até 6 de agosto e acontecem em escolas municipais, estaduais e associações definidas pela Secretaria Estadual de Planejamento. Os horários variam de acordo com cada localidade. Durante a capacitação, as mães vão contar com uma turma de recreação e poderão levar os filhos para o curso. (Paulo Angelim Noticia de vermelhos

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta