Briga política entre Fernando Filho e Lucas Ramos promete em 2018. 

A briguinha que foi travada entre os deputados Lucas Ramos (PSB) e Fernando Filho (sem partido) deverá ter inúmeros capítulos agora em 2018. As alfinetadas de ambas as partes em 2017 chamaram atenção de toda a imprensa pernambucana.

“A gente precisa falar essas coisas porque tem gente que fica querendo com o discurso camuflar a falta de serviços que tem prestado a população”, disse Fernando Filho em respostas as alfinetadas de Lucas Ramos.

A Chesf não será privatizada. Já tentaram algumas vezes, especialmente durante a crise hídrica dos anos 2001 e 2002”. disse Lucas Ramos em respostas as ações de Fernando Filho.

Adversários declarados até mesmo enquanto estavam no mesmo partido, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) e o ministro de Minas e Energia Fernando Filho (sem partido) evitaram vários encontros em 2017. Um desses encontro foi durante o Congresso de Legislativos Municipais, realizado em Petrolina pela União de Vereadores de Pernambuco (UV).

O primeiro é contra a privatização da Eletrobras e da Chesf; o segundo, como integrante do Governo Temer, é a favor.

Fernando Filho, deputado licenciado, deverá entregar o cargo de ministro em abril, data em que de fato começam os desenhos para o pleito de 2018.

Caso tenha uma confirmação, e o deputado Fernando Filho concorra ao governo do estado, o caminho estará quase livre para Lucas Ramos, por outro lado, se os dois forem disputar uma vaga a deputado federal, o clima vai esquentar em todas as cidades do Sertão, reduto eleitoral de Lucas e Fernando Filho.

Vamos esperar o desfecho dessa novela.

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta