Aumento da Iluminação Pública: Conta para o prefeito Vilmar Cappellaro arrumar a casa poderá sobrar para o eleitor.

A taxa que o contribuinte lagoagrandense precisa pagar pela iluminação pública pode aumentar. Um projeto de lei encaminhado pelo prefeito Vilmar Cappellaro à Câmara Municipal propõe alterações no Código Tributário de Lagoa Grande.

Caso o projeto seja aprovado, reajustará em mais de 20% a “CIP – Contribuição para Custeio da Iluminação Pública”, Os proprietários de loteamentos serão taxados da seguinte forma área de até 200m², pagará R$ 30,00 (trinta reais), por ano e por imóveis, já para aqueles com área de 201 a 500m², será cobrado R$ 50,00 (cinquenta reais), por ano e por imóveis, aqueles superiores a 501m² pagará R$ 70,00 (setenta reais), por ano e por imóveis.

A notícia jogou um balde de agua gelada na assessoria de comunicação do prefeito que divulgou recentemente que o atual prefeito Vilmar Cappellaro (PMDB) vem conseguindo reverter as críticas do início de sua gestão, este ano, em elogios. Tudo porque Cappellaro tem feito o dever de casa sem ser obrigado a ‘cortar na carne’. Na matéria encaminhada pela assessoria aos meios de comunicação dizia que o prefeito vem fazendo muitos esforços para “arrumar a casa”, mas tudo leva a crer que a despesa para o prefeito deixar a casa em dias vai sobrar para os moradores de Lagoa Grande.

Contando com a maioria dos votos na Câmara de Vereadores, o prefeito Vilmar Cappellaro ao enviar o Projeto de Lei, que ampliar a cobrança “CIP – Contribuição para Custeio da Iluminação Pública”, deve ter uma grande expectativa que o mesmo seja aprovado.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta