Após repercussão negativa, prefeito Vilmar Cappellaro pede a devolução do Projeto que aumentava a taxa de iluminação pública.

O prefeito Vilmar Cappellaro (PMDB), recua após repercussão negativa do Projeto de Lei 06/2017, de autoria do governo municipal o qual reajustava em mais de 20% da CIP – Contribuição para o Custeio de Iluminação Pública.

O projeto chegou a Câmara de Vereadores na segunda-feira (13) e pegou vereadores aliados do prefeito e os oposicionistas de surpresa com o reajuste absurdo da Contribuição de Iluminação Pública. Após toda repercussão negativa, o secretario de governo e Chefe de gabinete, Valman, enviou oficio solicitando a retirada do projeto.

A bancada da oposição usou a tribuna da Câmara de Vereadores para fazer duras críticas ao prefeito Vilmar Cappellaro, segundo a bancada, mesmo retirando o projeto, Vilmar mostrou quais são suas reais intenções para o povo de Lagoa Grande.

As duas bancadas, oposição e situação, discursaram utilizando mesmo tom, e deixou claro que o Projeto enviado a casa precisará de muito tempo para ser analisado. A expectativa é que o projeto não vai entrar em pauta esse ano.

 

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta