Presidência do Senado: Após Bolsonaro confirmar que apoiará o senador Rodrigo Pacheco (DEM), FBC, líder do governo, desiste de ser candidato

Fernando Bezerra Coelho e Jair Bolsonaro conversam

Após conversa com o presidente Jair Bolsonaro na sexta-feira (8), o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), avisou a colegas de partido que desistiu de ser candidato à presidência da Casa. Bezerra comunicou a desistência durante conversas no fim de semana com outros emedebistas que almejam o posto, entre eles, a senadora Simone Tebet (MS), com quem conversou por telefone.

Aos colegas, o líder alegou que não teria como participar da disputa, pois Bolsonaro deixou claro na sexta-feira que apoiará o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), nome articulado por Davi Alcolumbre (DEM-AP). Emedebistas também esperam para as próximas horas, pelo mesmo motivo de Bezerra, a desistência da candidatura do líder do governo no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

Com as desistências, a disputa interna no MDB se afunila entre Simone e Eduardo Braga (AM), atual líder da sigla na Casa. Ambos têm perfil mais independente em relação ao Palácio do Planalto. A decisão deve sair em reunião prevista para esta quinta-feira (14). Nesta terça-feira (12), está prevista a filiação de dois senadores ao MDB: Rose de Freitas (ES) e Veneziano Vital do Rêgo (PB).

Fonte: CNN

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta