PE contabiliza 9.881 confirmações e 803 óbitos pelo coronavírus. 1.370 pessoas já foram recuperadas da doença

Pernambuco confirmou, nesta quarta-feira (6), 556 novos casos e 54 mortes pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Com isso, o estado passa a ter 9.881 confirmações e 803 óbitos. Dos casos confirmados nesta quarta, 232 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 324 são casos leves. No acumulado desde março, Pernambuco contabilizou 5.973 casos graves e 3.908 leves.

O boletim divulgado nesta quarta aponta, ainda, que, dos casos graves, 2.133 receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 1.667 estão internados, sendo 221 em UTI e 1.446 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada.

A taxa geral de ocupação de leitos está em 91%, sendo 86% em enfermarias e 98% em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 131 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Ainda de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Pernambuco tem 1.370 pessoas recuperadas da doença.

Sobre a testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, foram 2.415 casos confirmados e 1.595 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Óbitos

Dos 54 óbitos confirmados laboratorialmente nas últimas 24 horas, são 29 homens e 25 mulheres. Essas vítimas moravam nas seguintes localidades: Recife (18), Cabo de Santo Agostinho (7), Jaboatão dos Guararapes (5), Olinda (4), Paulista (4), Glória do Goitá (3), Itapissuma (2), Vitória de Santo Antão (1), Água Preta (1), Arcoverde (1), Ferreiros (1), Ipojuca (1), Moreno (1), Nazaré da Mata (1), Salgueiro (1), Sertânia (1), Timbaúba (1) e Trindade (1).

As mortes ocorreram entre os dias 12 de abril e 5 de maio. Os pacientes tinham entre 22 e 98 anos. Dos 54 mortos, 28 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (17), diabetes (13), cardiopatia (4), doença de Alzheimer (1), obesidade (1), AVC (2), câncer (3), tabagismo (3), doença pulmonar obstrutiva crônica (1), etilismo (3), asma (2), pneumonia (2), tuberculose (1), doença renal (1) e doença pulmonar (1), neoplasia (1), insuficiência respiratória aguda grave (1), hipotireoidismo (1) e anemia falciforme (1) – o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade.

Cinco não tinham comorbidades e os demais estão em investigação pelos municípios. As faixas etárias dessas pessoas são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (4), 50 a 59 (8), 60 a 69 (16), 70 a 79 (14), 80 ou mais (9).

Dados do G1 – PE.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta