“Essa conversinha não me convence”, declara Lucinha sobre prisão de assassino de Beatriz

 

Após a coletiva de imprensa dada pelas forças policiais de Pernambuco na manhã desta quarta-feira (12), a mãe da menina Beatriz, Lucinha Mota afirmou que não ficou 100% convencida de todas as informações sobre as motivações do crime.

“Essa conversinha que ele entrou aleatoriamente e escolheu a vítima ali, porque é um doido? Não me convence. Ele recebeu uma ligação, a polícia tem acesso a essa ligação? São essas perguntas que deveriam ser respondidas ali e não foram. A polícia chegou nesse telefone? Quem ligou para ele? Alguém deu um toque pra ele.”

Lucinha continuou afirmando que “não é preciso ser nenhum expert para entender que alguém avisou a ele. Ele chega, esconde a faca, recebe uma ligação, bota o telefone próximo à orelha, vai no canteiro, pega a faca, bota no pé e segue. A gente que está desesperado por justiça há muitos anos, se apega a todos os detalhes, por isso a gente sabe que ainda é pouco. Não vamos aceitar apenas um DNA, precisamos de mais respostas”, disse.

No entanto, a mãe de Beatriz diz que prefere acreditar que é de fato o autor do crime. Mas, que não vai desistir até ter todas as respostas.

Texto e foto: Blog do Carlos Britto.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário