Concurso da Guarda Civil de Petrolina tem 15.162 candidatos. Provas já estão na sede da GCM.

Neste domingo (30), 15.162 candidatos vão fazer as provas objetivas do concurso público da Guarda Civil Municipal de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O número de inscritos na seleção foi divulgado pela prefeitura. Ele vão concorrer a 80 vagas, sendo 38 para ampla concorrência, duas para pessoas com deficiência e 40 de cadastro reserva.

Os portões dos 35 locais de provas serão abertos às 14h e serão fechados às 15h. Os locais onde as provas serão aplicadas foram divulgados no site da empresa responsável por realizar o concurso. No dia da prova o candidato precisa apresentar o comprovante de inscrição, documento original de identificação pessoal com foto e caneta esferográfica de material transparente, com tinta azul ou preta.

O concurso público exige ensino médio completo, idade mínima de 18 anos e Carteira Nacional de Habilitação ‘AB’, ou seja, para conduzir motocicletas e carros. A validade é de dois anos, prorrogável uma única vez por igual período, a contar da data de sua homologação. O trabalho terá regime de escalas e uma carga horária de 180h mensais com remuneração inicial de R$ 3.261,48.

O caminhão carregado com as avaliações já está estacionado na sede da GCM. Durante inspeção, foi constatado que as portas da carroceria estavam fechadas com cadeado e com um lacre de segurança. O veículo está sendo monitorado 24h por dia, por duas câmeras e por agentes da Guarda. Participaram da inspeção o secretário executivo de Segurança Pública, José Silvestre, o procurador do Município, Diniz Eduardo, o controlador do município, Henrique Guerra e o secretário de Planejamento e Gestão, Plínio Amorim.

Compartilhar:

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta