“Brasil imunizado. Somos uma só nação.” Governo Federal lança campanha para promover a vacinação contra a Covid-19

O Governo Federal, por intermédio do Ministério da Saúde lança nesta quarta-feira, 20 de janeiro, uma campanha publicitária para mostrar à sociedade a capacidade do País de promover a vacinação contra a Covid-19. Um filme com duração de um minuto e conteúdo em formato de manifesto ressalta as diversidades sociais e geográficas, juntamente com a estrutura de logística usada para a distribuição das vacinas autorizadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Com o conceito “Brasil imunizado. Somos uma só nação.”, o filme reúne pessoas representando cada uma das cinco regiões do País e simbolizando o gigantismo da nação, ao mesmo tempo em que revela os desafios de realizar a campanha de vacinação em um território com proporções continentais.  A primeira cena mostra um sertanejo idoso em sua casa, tirando a viola de um armário e afinando as cordas do instrumento, enquanto visualiza fotos com amigos, como se estivesse se preparando para revê-los.

Desafio

O texto do filme ressalta que “O Brasil é gigante” e que “o desafio de vacinar os brasileiros também e vai além da saúde, por se tratar de uma questão humana, social e econômica”. O filme traz imagens de uma médica com equipamentos de proteção segurando a mão de um paciente, de uma feirante durante o trabalho; e de uma professora.

As cenas são intercaladas com imagens de laboratórios de pesquisa e de operações de logística envolvendo Aeronáutica, Exército e Marinha. Também são mostrados trechos com o transporte da vacina em aviões e caminhões, além de imagens de vacinação com profissionais de saúde protegidos por máscaras e de pessoas utilizando o celular para acessar o app Conecte SUS.

Estratégia

A estratégia de comunicação é reafirmar o compromisso do Ministério da Saúde de levar a vacina a todo o Brasil. No decorrer do filme, o texto salienta que a vacinação  “vai devolver a confiança para que o senhor Isaías” – o sertanejo da primeira cena – “volte a fazer rodas de viola com os amigos; para que os médicos possam continuar salvando vidas; e para que os professores voltem às salas de aula”.

O filme termina com cenas de pessoas com máscaras, lavando as mãos e usando álcool em gel, destacando um letreiro que reforça a necessidade de proteção enquanto a vacina não chega a todos. A campanha conta, ainda, com mais dois filmes, um de 30 segundos e outro de 15 segundos, além de peças para rádio e mídia impressa.

Convocação

Após a veiculação do filme com o manifesto, de acordo com a definição dos públicos, haverá o início de veiculação de uma segunda fase da campanha com a convocação dos grupos prioritários para a vacinação. O primeiro grupo, definido pelo Ministério da Saúde, inclui idosos a partir de 60 anos; pessoas com deficiência que vivem em instituições, a partir de 18 anos; trabalhadores da saúde da linha de frente e população indígena vivendo em terras indígenas. A campanha incentiva a população a baixar o app Conecte SUS e também orienta os integrantes dos grupos prioritários a procurarem uma unidade de saúde.

Assessoria de Comunicação do Ministério da Saúde

Secretaria Especial de Comunicação Social do Ministério das Comunicações

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta