Bolsonaro manda recado para Ivete Sangalo; crítica do presidente é uma resposta a um vídeo que viralizou

Ao receber alta do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde estava internado desde a madrugada de segunda-feira (3/1), o presidente Jair Bolsonaro (PL) alfinetou a cantora Ivete Sangalo e o ator Zé de Abreu. A crítica do presidente é uma resposta a um vídeo que viralizou na última semana de dezembro da cantora.

“Estamos mexendo na Lei Rouanet. Quando entrei no governo, o limite para artistas era de R$ 10 milhões por ano. Eu passei imediatamente para R$ 1 milhão. Estou conversando com o Mario Frias agora e vamos passar, nos próximos dias, para R$ 500 mil. Queremos atender àquele artista que está começando a carreira, e não figurões ou figuronas como a querida Ivete Sangalo”, disparou o chefe do Executivo federal. (Veja os dois vídeos abaixo)

Durante show realizado em Natal, no Rio Grande do Norte, Sangalo incentivou um coro com dizeres contra o presidente da República. Criticada em diversas ocasiões por não se posicionar politicamente, a cantora aparece dançando durante os gritos de “Ei, Bolsonaro, vai tomar no cu”. Em determinado momento, ela incentiva os fãs a gritarem mais alto com provocações como “não ouvi” e “está baixinho”.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário