Proibição de comercio não essencial vira caso de polícia em Lagoa Grande

A Prefeitura de Lagoa Grande, PE, através de toda a sua gestão, secretarias, diretorias, departamentos, órgãos diretos e indiretos, vem tomando todas as medidas determinadas pelas autoridades da Saúde e Sanitárias, cumprindo todos os decretos federal e estadual com relação ao distanciamento social e com isso segue dialogando, educando e tentando proteger toda a sua população de todas as formas possíveis do Coronavirus. Entretanto, alguns comerciantes, e boa parte da população ainda não entenderam e nem se conscientizaram da dura realidade que estamos vivendo.

TRIB. POL 3

Tanto a Secretaria da Saúde, quanto o Departamento de Tributos, Vigilância Sanitária e o Ministério Público tem recebido constantemente denúncias de desrespeito aos decretos. Conforme reunião realizada ontem, entre representantes da Prefeitura, MPEP, Polícia Militar, Bancos, Vigilância Sanitária e demais órgãos, daqui para frente, as penalidades serão mais duras e em casos de reincidência multas, suspensão da atividade e, em última instância a cassação do Alvará. Ontem, 06, durante a fiscalização de rotina, Auditores Fiscais e a Polícia Militar, levaram até a delegacia de Polícia Civil, vendedores ambulantes reincidentes para lavratura de Termo de Compromisso e Responsabilidade autuando os mesmos civil e criminalmente pelo crime de desobediência atentando contra a saúde pública e de proteção à vida. Os mesmo foram obrigados a voltar para as suas cidades de origem.

Reunião PM MP 01

A Prefeitura alerta à toda a população e comerciantes para o cumprimento dos decretos e avisa que fiscalização seguirá intensivamente.

Ascom PMLG.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta