Pernambuco vai perder 414 médicos cubanos.

O governo de Cuba decidiu encerrar a sua participação no programa Mais Médicos, motivado por “declarações depreciativas e ameaçadoras” do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Com a decisão, o Brasil perderá 8,3 mil médicos que prestavam atendimento à população carente do interior e das periferias das grandes cidades.

Cerca de 24 milhões de pessoas deverão ser diretamente afetadas. Pernambuco terá 414 profissionais a menos. O Ministério da Saúde anunciou que vai abrir edital para preencher as vagas que eram ocupadas pelos cubanos.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta