Forró é oficializado como Patrimônio Cultural do Brasil

O gênero musical Forró foi reconhecido oficialmente como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que considerou a expressão musical como “supergênero” por agrupar ritmos e expressões musicais como o baião, o xote, a quadrilha e o arrasta-pé. Este Blog já havia divulgado que o Iphan havia iniciado o processo para registrar as matrizes tradicionais do forró no documento. A nova decisão foi divulgada nesta quinta-feira (9).

O reconhecimento do Forró como patrimônio imaterial do Brasil ocorre a apenas quatro dias do Dia do Forró, celebrado anualmente no dia 13 de dezembro. A data foi escolhida em razão do nascimento (13 de dezembro de 1912) de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, maior referência do ritmo.

O presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, destacou a importância desse reconhecimento. “Estamos muito felizes com a decisão do Iphan porque o Forró é um patrimônio imenso e que agrega práticas culturais sobre sua forma de comunicar, vestir, alimentar, festejar, tocar, dançar e se relacionar, num conjunto de saberes e fazeres culturais”.

As informações são do Blog de Carlos Britto.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário