Excesso de chuvas destroem passagens molhadas no interior de Lagoa Grande, prejudicando a produção dos agricultores

Passagem Molhada 2

Se por um lado as chuvas ajudam agricultores familiares com suas lavouras enchendo barragens e barreiros, por outro, o excesso delas na região trazem prejuízos. Dos mais de trinta bueiros e passagens molhadas construídos por esta gestão municipal no interior de Lagoa Grande, PE, para beneficiar as comunidades de Cristália, Morro do Mel, Lagoa das Baraúnas, Pocinhos, Lagoa das Caraíbas, entre outras, oito delas se romperam com a força da natureza. Cinco delas ficam na estrada que liga Cristália a Jutaí, divisa do município com Petrolina. No ano passado dos 3.800 Km de estradas, 80% foram recuperadas com cascalhamentos e o trabalho continua para atingir os 100%. Já as reconstruções dos bueiros dependem da estabilidade do tempo.

Passagem Molhada 1

Para Reginaldo Alencar, em alguns lugares a força da água foi tão grande que a perda do material foi quase total “A preocupação do prefeito com os agricultores é muito grande e pediu celeridade nas reconstruções. Em muitos lugares tivemos prejuízos também com rompimento de estradas devido ao volume pluviométrico das chuvas. Já recuperamos 80% as estradas vicinais e carroçáis através do Programa Caminho Livre e, agora estamos providenciando o reparo em todas as passagens molhadas. Já tivemos com equipe nos locais, fizemos o georeferenciamento e as obras já estão no cronograma para atender as demandas dos produtores, acrescentou o secretário da Agricultura do município.

Bueiro 2

ASCOM-PMLG.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta