“Sofri muitas discriminações na nossa política, mas estou de pé.” Do ex-candidato do PSOL, Maranhão.

Quem quebrou o silêncio foi o ex-candidato a prefeito não eleito em Lagoa Grande no Sertão de Pernambuco, nas eleições de 2016, Maranhão do PSOL. Sobre a experiência em disputar o pleito majoritário em Lagoa Grande nas eleições de 2016, Maranhão diz que sofreu discriminação.

“Fui candidato, gostei, adorei, mas duas coisas que eu tenho na minha mente: Discriminação, por que as pessoas julgam você não pela qualidade, não pelo seu ideal, não pelo que você busca fazer, mas pelo carro, pela roupa, pelo sapato e infelizmente foi o que aconteceu na nossa cidade. Sofri muitas discriminações na nossa política, mas estou de pé, porque acredito que a política é o caminho para a agente ajeitar a nossa sociedade e se não fosse a política nosso povo estava muito mais pior. Eu acho que a política de Lagoa Grande está pior do que era antes. Nos temos dois grupos políticos que só pensam neles e não pensam em nosso povo”, finalizou.

Maranhão é morador do bairro do Vasco, trabalhador rural, um verdadeiro homem simples do campo. O mesmo confidenciou ao blog que irá disputar novamente o cargo de prefeito na próxima eleição municipal em 2020.

 

 

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta