Polêmica: Cachês pagos por prefeituras recebem criticas em Velho Chico

Em meio à polêmica dos valores dos cachês pagos no São João de Pernambuco e o processo judicial para tentar cancelar o show de Wesley Safadão em Caruaru por R$ 575 mil, o tema foi mencionado na novela Velho Chico, na Globo.

No capítulo de quarta-feira (22) , um diálogo entre os personagens Bento dos Anjos, Chico Criatura e Targino fazem críticas aos shows de grandes artistas em festas juninas do Nordeste.

Na cena, o músico Targino, interpretado por Chambinho do Acordeon, pergunta a Chico Criatura (Gésio Amadeu) se a festa de São João da cidade fictícia de Grotas de São Francisco terá espaço para um trio de forró. Um morador do local presta atenção na conversa e comenta: “Hoje em dia só tem esse espaço é para esses artistas famosos. Para esses aí, a prefeitura paga o quanto for”.

O vereador Bento dos Anjos, personagem do pernambucano Irandhir Santos, entra na discussão e dispara: “A festa não é mais de São João. É desse bando de ladrão. Uma a uma as festas vão se tornando parte de um esquema da prefeitura. Fica contratando esses artistas que toca esses forró de plástico aí, sem licitação. Fica com uma parte do dinheiro, a outra dá para os artistas e o povo, a festa, tudo que se dane”.

No final, Chico Criatura reforça: “Esses artistas nem da região são. E de forró mesmo, não sabem nem os passos”.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta