Moradores da Mansueto de Lavor liberam BR 428 após cerca de cinco horas de protesto

As pessoas que decidiram pegar estrada nesta terça encontraram o trânsito tumultuado por conta de uma manifestação que fechou a BR 428 por quase 5 horas, na altura do Assentamento Mansueto de Lavor, em Petrolina. O protesto foi formado por moradores apos o atropelamento do jovem Novinho.

Os manifestantes obstruíram as pistas com galhos e pneus que ocasionou um grande engarrafamento. O grupo solicitou ao DNIT, órgão responsável pela construção e instalação de lombadas na BR.

A BR 428 foi bloqueada por volta das 4h e só foi liberada pouco depois das 9h. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tentou, a todo tempo, negociar com os manifestantes para liberação da rodovia, mas só não conseguiram. Por conta da manifestação, houve retenção de vários quilômetro em cada lado da pista.

Após uma reunião com o DNIT, representantes do Assentamento Mansueto de Lavor e de Izacolandia, da vereadora Edneuza Lafaiete (Lagoa Grande) e do vereador Domingo de Cristália (Petrolina), a BR foi liberada.

O senhor Marcelo, representante do DNIT, recebeu um oficio e fez um compromisso com os representantes do protesto, em 15 dias dará uma resposta ao moradores da localidade.

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta