Utilidade Pública da prefeitura de Lagoa Grande

2 min read
Parceria entre Prefeitura e Adagro garante milho subsidiado para criadores de caprinos, bovinos, suínos e...

Parceria entre Prefeitura e Adagro garante milho subsidiado para criadores de caprinos, bovinos, suínos e ovinos. Cadastro começa nesta quarta

A prefeitura Lagoa Grande através da secretaria da Agricultura e Desenvolvimento do Interior, está convocando todos os criadores de caprinos, ovinos, bovinos entre outros, para adquirirem milho subsidiado pela CONAB. O criador interessado, deve regularizar suas ficha cadastral sanitária no escritório da ADAGRO. Os interessados devem levar documentos pessoais e comprovante de residência, acompanhado do cadastro anterior (se tiver).

O escritório da ADAGRO Lagoa Grande, funciona todas às quartas e sextas feiras, das 08h ás 12h e das 13h ás 16h.

Equipes da Assistência Social, Fiscais de Tributos e Conselho Tutelar vão fiscalizar trabalho infantil nas feiras livres á partir deste sábado

Seguindo orientações do Termo de Ajuste de Conduta, nº 99.2014 do Ministério Público – MP, com base no Estatuto da Criança e Adolescente, arts. 5º e 69, segundo o qual nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de exploração e, que assegura ao adolescente, o direito à profissionalização e a proteção no trabalho desde que respeitada sua condição de pessoa em desenvolvimento e a capacitação adequada ao mercado de trabalho, as equipes da Assistência Social, Setor de Tributos e Conselho Tutelar se reuniram no dia, 06, para definir as estratégias de atuação frente a este problema social envolvendo crianças e adolescentes na cidade.

Do descumprimento, da fiscalização e infrações

Ficou definido que todos os feirantes, barraqueiros, vendedores ambulantes e inclusive a população que visitam as feiras, serão informados e conscientizados para não contratarem serviços de crianças e adolescentes. Todos os vendedores serão recadastrados e um termo de compromisso será assinado comprometendo-os com a nova postura. Haverá fiscalização de rotina das equipes e nos casos de flagrante e desobediência, o Conselho Tutelar acionará o Ministério Público para as medidas cabíveis. Os feirantes estabelecidos serão notificados e em reincidência sofrerão multas, podendo perder a concessão pública do espaço.

ASCOM

Deixe uma resposta