Servidores da Educação de Lagoa Grande cobram pagamento de salário de dezembro e outros benefícios

Em Lagoa Grande (PE), Sertão do São Francisco, os servidores municipais da Educação e da infraestrutura amargam o atraso no pagamento do salário de dezembro e outros direitos trabalhistas. O ex-prefeito Dhoni Amorim deixou a administração, saiu sem efetuar o pagamento, apesar de, no mês passado, os recursos do Fundeb e da repatriação terem entrado na conta da prefeitura para a folha.

A gestão atual do prefeito Vilmar Cappellaro (PMDB), segundo informações, até o momento não fez nenhum pronunciamento de quando irá quitar essa pendência com os servidores efetivos da Educação – que por sua vez cobram explicações e o recebimento dos salários, uma vez que os municípios irão receber também o repasse do FPM que poderia ser usado para sanar o problema.

O blog conversou com uma servidora da educação e a mesma disse que se sente enganada pelos ex-gestores. “Nós contratados, não aguentamos mais passar por isso de quatro em quatro anos, já pensei até em no último ano da gestão de um prefeito, só trabalhar até novembro, visto que o mês de dezembro é uma complicação, a segunda vez consecutiva. Não existe respeito  por nós servidores da educação.” disse.

Com a palavra, a prefeitura.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta