Prefeito eleito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro, faz sua primeira viagem a capital federal em busca de recursos

Há apenas 15 dias após as eleições, o Prefeito eleito de Lagoa Grande-PE, Vilmar Cappellaro (PMDB), já está fazendo as articulações políticas. Ele viajou ontem, 16, para Brasília-DF, em busca de recursos para iniciar a sua gestão em 01 de janeiro do ano que vem. Acompanhado de seu vice-prefeito, Ítalo de Vilma e do ex-Prefeito Jorge Garziera, Vilmar será recebido hoje no ministério da Defesa para uma reunião com o ministro Raul Jungmann. Amanhã, a comitiva terá diversas agendas com deputados Federais e Senadores.

Lagoa Grande – PE é uma cidade com população estimada em 25 mil habitantes na região do Vale do São Francisco, riquíssima pelo agronegócio através da fruticultura, especialmente uvas, necessárias a devido à grande produção de vinhos e pela caprinovinocultura, ocupando-se de uma área territorial de quase 2 mil km2, ainda com 21 anos de emancipada e com grande potencial de desenvolvimento. Localiza-se numa área privilegiada entre os estados da Bahia e Piauí.

Cappellaro deverá encontrar um cenário de grandes dificuldades financeiras para dar andamento em seus planos para o desenvolvimento da cidade e por isso, já colocou o pé na estrada e não parou nem para descansar no pós-campanha. “Percebemos que nossos maiores desafios, inicialmente, serão: Equilibrar e sanear as contas; colocar a casa em ordem; escolher junto com a comunidade que ações serão prioritárias; captar recursos estaduais e federais para movimentar a cidade, alavancando os projetos, para darmos uma resposta rápida para a população. Nossa cidade não pode parar.” sentenciou o novo Prefeito.  (Assessoria de Imprensa)

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta