Falta de infraestrutura nos poços artesianos de Lagoa Grande deixa agricultores no prejuízo.

A dificuldade de água para abastecer as comunidades rurais de Lagoa Grande poderia muito ser minorada se o governo municipal de Lagoa Grande fizessem aquilo que é de sua responsabilidade. Nesta quarta-feira (03), o ex-secretário de agricultura Reginaldo Alencar vez algumas visitas em varias localidades da zona rural, o mesmo ficou indignado com a falta de compromisso da Secretaria de Agricultura.

Em visita a área sequeira, fiquei surpreendido com o sofrimento dos nossos criadores, ouvi diversos relatos: hoje existem mais de setenta poços artesianos quebrados , por falta de peças de reposição e transporte para locomoção dos técnicos e materiais,” disse.

Segundo Reginaldo 0 transporte que faz o serviço está com o pagamento atrasado por parte da prefeitura eesse ano ainda não foram comprados  peças e materiais de reposição, preocupado, Alencar disse: “tem poço que têm um ano que foi desmontado e até o momento os técnicos não apareceram para montar por falta de peças e transporte.” Pontuou.

Para suprir suas necessidades, tem criador comprando água de carro pipa para os animais, ou seja, algumas economias que podias ser investidas em outras coisas, os agricultores estão gastando com algo que da alçada da prefeitura de Lagoa Grande.

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta