Acordos eleitorais: Mesmo ingressando no PMDB, FBC poderá permanecer no palanque do PSB

Com o governo já marcado pelas articulações políticas para 2018,  Paulo Câmara, certamente, vai redobrar a sua atenção para que a disputa eleitoral não fique maior do que a sua gestão. No momento, as atenções convergem para a figura do senador dissidente Fernando Bezerra Coelho (PSB) que, embora com um pé no PMDB, ainda pode permanecer na base governista.

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), fiador político do Governo Paulo, e que vive um momento de impasse no seu partido, está com a tarefa de convencer FBC a, mesmo ingressando no PMDB, permanecer no palanque da Frente Popular. A embalagem  que adorna essa proposta é a vaga da vice na chapa de Paulo em 2018 para Fernando Filho, ministro de Minas e Energia, com o direito a concorrer ao governo do estado em 2022 e em 2026, caso o instituto da reeleição seja mantido até lá.

Portanto, como já comentado pela coluna, o governador começa a usar o recurso das vagas na chapa de 2018 para acalmar seu rebanho. Só que na política o que mais existe é gato escaldado com acordos eleitorais desfeitos bem antes dos prazos previstos –  um dos casos mais recentes envolve o hoje ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS).

Em 2010, quando o tucano Sérgio Guerra, com medo de perder a eleição, recusou-se a ser candidato ao Senado na chapa de Jarbas, foi feito o seguinte acordo: Jungmann abriria mão de disputar um mandato de deputado federal, concorreria ao Senado e derrotado, como era esperado, ficaria dois anos no sereno mas, em 2012, o PSDB bancaria sua candidatura à Prefeitura do Recife. Resultado, Jungmann não foi candidato a prefeito e, para não ficar sem tribuna, disputou um mandato de vereador do Recife. (De Marisa Gibson, na sua coluna DIARIO POLÍTICO deste domingo)

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta