Vereador Mantena apoia movimento de mobilização dos Agentes de Saúde e Endemias de Lagoa Grande.

  • O movimento da Associação dos ACS (Agente Comunitários de Saúde) e ACE (Agente de Combate às Endemias), junto com o Sindicato dos Funcionários Público municipal de Lagoa Grande, realizado na manhã desta terça (04) que visava a derrubada do veto do aumento dos vencimentos da classe movimentou a sessão da Câmara de vereadores de Lagoa Grande.

O vereador Mantena, líder da situação disse que parabenizava o movimento da categoria e que dará apoio incondicional ao grupo. O parlamentar lembrou que o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) contribuiu e articulou para votação e aprovação da medida provisória (MP) que estabeleceu aumento de cerca de 50% no piso salarial de agentes comunitários de saúde e de agentes de combate às endemias.

Mantena abraçou a causa e disse que não é justo ter aumento para o magistrado e para o resto da população nada. “Para os juízes podem aumentar, mas para o povo ta congelado, que contradição danada é essa.” Mantena ainda disse que os 11 vereadores podem ter pontos divergentes, mas no assunto em questão todos devem apoiar a causa.

O vereador ainda frisou que todas as ações do presidente “Drácula” Michel Temer não tem respaldo da população.

 A mobilização do grupo percorreu algumas ruas da cidade com panfletagem, faixas, cartazes e carro de som, do centro da cidade até a Prefeitura e após até a Câmara de vereadores.

Vale destacar que o movimento fez parte da Grande Mobilização Nacional de luta para Derrubada do Veto Presidencial de nº 32/2018 da MP 827/2018.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta