Vacina da covid-19: Saiba o porquê que Petrolina recebeu 7.800 doses, Cabrobó 4.768 e Lagoa Grande apenas 294

Pernambuco recebeu, na noite de ontem (18), um lote com 270 mil doses da vacina CoronaVac para iniciar o processo de imunização contra a Covid-19 no Estado. Nesta terça (19), os 184 municípios, além do arquipélago de Fernando de Noronha, começaram a receber os seus quantitativos. Neste primeiro momento, apenas profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19, indígenas aldeados e idosos e deficientes institucionalizados receberão o imunizante, de acordo com a recomendação feita pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE).

A distribuição das doses por município, portanto, não é equivalente à porcentagem total de habitantes em relação ao Estado, mas à quantidade de residentes que integram esses grupos prioritários. Por isso, é possível ver municípios menores, a exemplo de Cabrobó e Orocó, que concentram grande quantidade de aldeias indígenas, recebendo lotes maiores do que outros com maior população, como Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. (Veja a tabela abaixo, ela usa dois grupos prioritários que são os povos indígenas e trabalhador da saúde).

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta