Quase um milhão: Vereadores de Lagoa Grande não aceitam redução no valor das diárias e da verba de representação

Os vereadores de Lagoa Grande votaram hoje, dia 22, em primeira votação, duas Propostas de Emendas com a sugestão de reduzir em 50% a verba de representação do presidente, que custará R$ 7.500 a partir de janeiro de 2021, e, o valor das diárias para deslocamento dos vereadores e servidores a serviço do Poder Legislativo Municipal, que chega a custar cerca de R$ 800. A iniciativa era do vereador do MDB Ademar Nonato, mas as duas emendas foram rejeitadas por todos os vereadores que estão em pé.

Só para ter uma ideia, em 3 anos e meio, a Câmara de Vereadores de Lagoa Grande já gastou mais de R$ 620 mil reais em diárias e aproximadamente R$ 200 mil em verba de representação ao presidente, ou seja, somado os dois valores, o montante chega a quase um milhão de reais.

A Proposta de Emenda da Lei Orgânica Municipal 001/2021 tinha como foco emparelhar a verba de representação, reduzindo seu valor em 50%. Já em relação as diárias, a proposta era reduzir de R$ 800 para R$ 400, e fixar R$ 600 reais para outras cidades fora da federação pernambucana, como por exemplo Brasília.

Votaram a favor da manutenção das diárias de R$ 800 reais e da verba de representação no valor de R$ 7.500.

  • Alvanir Gomes
  • Carlinhos Ramos
  • Edneuza Lafaiete
  • Fernando Angelim
  • Iara Evangelista
  • Josafá Pereira ( O presidente não votou, mas declarou seu voto em manter os valores)
  • Lindaci Amorim
  • Nena Gato
  • Professor Vavá
  • Rosa Farias

Só para ter uma ideia do absurdo, os vereadores Carlinhos Ramos, Alvanir Gomes, Rosa de Erasmo, Lindaci Amorim, Nena Gato e o servidor Antônio Caldas, receberam cada um R$ 3200 referente as 4 diárias para participar de um encontro denominado de 7º Encontro de Administração Pública Municipal realizado entre os dias 18 à 21 de junho de 2020, período em que os casos da Covid-19 em Lagoa Grande aumentou consideravelmente.

A Proposta de Emenda submetida seria obrigatório 2/3 dos votos dos parlamentares para ser aprovada ou rejeitada, ou seja, 8 votos. Como mostrado na lista acima, nessa votação, 10 vereadores foram contra.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e tem como foco: informação com responsabilidade e coerência.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta