Após investigação, Secretaria de Saúde de Lagoa Grande comunica que idoso confirmado com a variante Ômicron não pertence ao município

A prefeitura de Lagoa Grande, através da Secretaria de Saúde comunica à população lagoa-grandense que após investigação, foi constatado que o paciente de 67 anos diagnosticado com a variante Ômicron da Covid-19 não pertence ao município de Lagoa Grande. O idoso reside em uma comunidade inserida no município de Petrolina.

O Coordenador de Vigilância em Saúde de Lagoa Grande, Affonse Henrique Coelho Cotting, disse que por se tratar de uma área do munícipio de Petrolina, o órgão encaminhou a demanda à Vigilância para tomar as devidas providências. O coordenador esclareceu que a Secretaria de Saúde de Lagoa Grande vai encaminhar um ofício à Secretaria Estadual de Saúde, solicitando alteração do registro de Lagoa Grande para o município de Petrolina.  A Prefeitura informa que o município continua sem registrar casos da variante da Covid-19.

Mesmo com a atualização dos dados, a Prefeitura de Lagoa Grande também reforça que os órgãos e autoridades sanitárias continuam em alerta e realizando o monitoramento, com registro dos casos e solicitando que a população mantenha as medidas contra a disseminação do vírus, evitando aglomerações, higienizando as mãos e utilizando a máscara de proteção corretamente.

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário