A melhor do Sertão: Contabilidade pública de Lagoa Grande é apontada como aceitável pelo tribunal de contas.


O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco realizou um diagnóstico para verificar o cumprimento das regras de contabilidade pública, no tocante ao grau de convergência e consistência exigidos, conforme preconiza o art. 12, parágrafo único da Portaria – STN 634/2013 c/c o art. 51 da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) por parte dos municípios pernambucanos.

No diagnóstico realizado pelo TCE, entres as cidades de: Petrolina, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Orocó e Cabrobó, Lagoa Grande, a terra da Uva e do Vinho foi a mais bem avaliada pelo órgão, recebeu o índice aceitável.

Ao atingir o nível de Convergência e Consistência “Aceitável”, Lagoa Grande demonstra uma importante evolução, amadurecimento e otimização da qualidade da informação, disponibilizada pelos Municípios Pernambucanos, destacando-se a exitosa atuação pedagógica do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco na contribuição da melhoria da gestão pública.

É bom frisar que nenhum município pernambucano atingiu o nível de Convergência e Consistência Desejável, nota equivalente a 100%. Por outro lado, das 184 prefeituras avaliadas,  apenas 19 cidades atingiram o nível de Convergência e Consistência Aceitável, nota entre 90 e 100%. Entre as cidades, Lagoa Grande, cidade gerida pela a gestão do prefeito Vilmar Cappellaro.

Vale destacar que o Índice de Convergência e Consistência dos Municípios de Pernambuco (ICCPE), é relativo ao ano de 2019, obtido a partir do mais recente levantamento realizado nos demonstrativos contábeis dispostos na prestação de contas do exercício de 2018 das 184 municípios pernambucanos.

Os critérios de avaliação foram organizados em dois grupos: o primeiro se refere a verificação da Convergência às Normas de Contabilidade distribuídos em 08 quesitos com 47 itens de verificação; o segundo grupo é formado por itens de análise da Consistência das Informações Contábeis e contém 03 quesitos com 43 itens de verificação.

Os critérios de avaliação foram organizados em dois grupos: Convergência e Consistência.

Para ter acesso ao levantamento do tribunal de contas aqui. 

 

Everaldo

Licenciado em Física pelo Instituto Federal do Sertão Pernambucano. Professor de matemática e física do Ensino fundamental e médio da rede estadual de Pernambuco. Jornalista registrado sob o número 6829/PE, o blogueiro Everaldo é casado com Amanda Scarpitta e pai de duas filhas lindas, Kassiane e Kauane. O foco principal do blog é informação com responsabilidade e coerência, doa a quem doer!

Você pode gostar...

Deixe um comentário