Petrolina vive surto de dengue’, confirma secretária executiva de Vigilância em Saúde

Petrolina está em alerta por causa do aumento significativo da proliferação do mosquito aedes aegypti. Quem falou no Nossa Voz desta quinta-feira (06) sobre os últimos números relativos ao mosquito da dengue foi a secretária executiva de Vigilância em Saúde do município, Marlene Leandro.

De acordo com a secretária executiva, o município vive sim um surto de dengue. “A gente teve aquele surto em 2016, que foram 1005 casos no período de janeiro a abril. Desses, 212 confirmados. Em 2017, a gente teve 79 notificados, desses 15 confirmados; 2018 com 29 casos e 8 confirmados. E agora nós tivemos 161 casos com 3 confirmados. Quando a gente compara os dois últimos anos, podemos dizer que temos um surto”, declarou.

Como o último Levantamento de Índice de Infestação Predial (LIRAa), feito no início do mês de maio, teve índice geral de 2,1 %, que coloca a cidade em situação de médio risco para surto, a prefeitura tem intensificado as ações de combate ao vetor da Dengue, Zyka e Chikungunya. “Além das ações de rotina, junto aos agentes de endemias, a gente vem reforçando essas ações com o ‘Sexta sem Aedes’ e ações no final de semana tentando combater isso”.

Mesmo com os números de alerta, Marlene Leandro garante que o município está no controle. “Embora a gente tenha tido aumento de casos, a gente tá mais bem controlado considerando os anos anteriores”, destacou a secretária executiva lembrando da importância da notificação de casos suspeitos. Se a pessoa está com sintomas que podem ser indicativo das doenças, deve ir à unidade de saúde mais próxima para fazer a notificação.

Além disso, os agentes de combate às endemias realizam diariamente visitas domiciliares para orientação e tratamento focal. E durante este mês de junho serão feitos mutirões de limpeza e busca ativa por focos.

Compartilhar:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *